Destaques

Conmebol cria cláusula antirrescisão nos novos acordos de TV da Libertadores




A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) começa a avançar nas negociações dos direitos da Libertadores a partir de 2023. De acordo com o Notícias da TV, a principal medida estabelecida é uma cláusula antirrescisão prevista com a FC Diez Media, empresa que negocia o evento. Se alguém romper o contrato no meio, como aTv  Globo fez no ano passado, a agência irá arcar com o prejuízo financeiro da entidade sul-americana.

A Conmebol espera não ter novas perdas financeiras com a medida. Por causa das rescisões de Tv Globo e do DAZN, que também abriu mão da Copa Sul-Americana em contrato que era válido até 2022, houve um prejuízo muito além do esperado para o período.

A FC Diez Media também promoveu mudanças nos critérios e na avaliação para definir quem comprará os direitos. Para evitar um apagão da Copa Sul-Americana, a licitação da segunda competição continental da Conmebol será realizada no mesmo período da Libertadores.

Outro fator importante é o espaço que as competições terão na programação normal da empresa que for comprar as partidas. A Conmebol vai passar a considerar como primordial o tempo para repercussão dos jogos em noticiários diários ou em programas esportivos. O objetivo é priorizar quem promete falar mais, principalmente antes e após a final da competição.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário

google.com, pub-9520917601195140, DIRECT, f08c47fec0942fa0