Destaques

Arnaldo Cezar Coelho revela motivo da “treta” entre Galvão Bueno e Pelé na Copa do mundo de 1994



(reprodução/Tv Globo)


O ex-analista de arbitragem da Tv Globo, Arnaldo Cezar Coelho, falou sobre um situação de tensão envolvendo Galvão Bueno e Pelé na Copa do Mundo de 1994, disputada nos Estados Unidos, quando o narrador se queixou das participações do ‘Rei do Futebol’. A entrevista de Arnaldo ocorreu no canal Flow Sport Club.

Para o ex-árbitro, Pelé não teve intenção de irritar o narrador da Globo. É que, como não estava habituado em participar das transmissões, Pelé se confundiu com o delay, tendo como consequência a impaciência de Galvão com a demora dos comentários.



 “O Pelé, na primeira Copa do Mundo dele, começava a falar e tem um negócio chamado delay. Isso você fala, tua voz vem ao Brasil e depois tem o retorno que está aparecendo na televisão. Às vezes ficava um pouco alto o delay e você se confunde. Aumentaram o retorno do Pelé e ficou muito alto”, disse Arnaldo.

“O Pelé falava: ‘O Brasil… (pausa cinco segundos) tem que jogar (pausa de cinco segundos)…’. Ele falava e a bola começava a correr e a bola ia para perto da área e (e Galvão) ficava agoniado porque se sai um gol e ele estivesse falando, não ia ter narração. De noite, depois do jogo, o Galvão disse (para equipe) para o Pelé falar mais rápido. Essa gravação ficava no satélite e veio ao ar essa explicação. Isso acontece com qualquer um, tem que tirar o delay e ir falando, esquecer o retorno”, completou.




Nenhum comentário

Deixe seu comentário

google.com, pub-9520917601195140, DIRECT, f08c47fec0942fa0