Destaques

Tv Globo muda radicalmente modelo de PPV para manter Paulistão no Premiere




A  Tv Globo quer usar o Premiere, canal de pay-per-view da empresa, para manter os Estaduais dentro da sua grade de programação e, assim, continuar com torneios nacionais para serem exibidos durante os quatro primeiros meses do ano. Para tanto, negocia com as federações estaduais do Rio de Janeiro e São Paulo, cujos certames ela não tem mais em TV aberta.

De acordo com a Máquina do Esporte, a emissor fez uma proposta para os clubes paulistas que muda radicalmente o modelo de PPV que a empresa fez vigorar desde o lançamento da plataforma, nos anos 2000.

Como as imagens do campeonato serão geradas pela própria Federação Paulista de Futebol (FPF), a Globo propôs aos clubes repassar 60% do valor líquido da operação do PPV do Paulistão para os times. Atualmente, as equipes ficam com 38% da renda bruta do Premiere no Campeonato Brasileiro, sendo que a verba do PPV não é repartida nos Estaduais, já que a emissora sempre pagou um valor fixo pela exclusividade em todas as mídias.

Para ser bem-sucedida na proposta, a Globo se apoia em dois fatores. O primeiro é a nova proposta de remuneração, que pode gerar uma nova receita aos clubes, uma vez que antes os Estaduais não recebiam pelo PPV.

Até agora, porém, a proposta da emissora encontra resistência. A FPF inicialmente não aceitou a ideia de ficar com 60% do resultado líquido do PPV do Paulistão. A entidade lançou no início deste ano o Paulistão Play e esse streaming poderia ser usado para abraçar o PPV do Paulistão, repetindo a estratégia do Campeonato Carioca em seu primeiro ano.

No Carioca, a discussão envolve o fim da briga na Justiça, já que a FERJ e alguns clubes entraram com um processo contra a emissora pela quebra de contrato em 2021. Caso o desfecho seja positivo, o Premiere deve entrar na transmissão dos jogos em parceria com Claro, Sky e Vivo, parceiras do PPV do torneio em 2021.



Nenhum comentário

Deixe seu comentário