Destaques

Tv Globo não vê gol anulado e só descobre placar real de jogo após o término

Cruzeiro x Vasco terminou 1 a 1 (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)




Na transmissão da partida entre Vasco x Cruzeiro, válida pela Série B do Campeonato Brasileiro, na tarde deste domingo (19), a Globo informou erroneamente o placar final da partida disputada em São Januário.

O Vasco vencia por 1×0 e anotou um novo gol que seria seu segundo, mas este foi anulado a partir da atuação do VAR. Só que a equipe de transmissão não viu a ação da arbitragem anulando o tento. Pior: nos acréscimos, Ramon Menezes empatou e todo o elenco cruzeirense comemorou em êxtase, levando Luís Roberto a questionar a celebração, já que acreditava que o placar estava 2×1 para o Vasco.

A anulação do gol de Gabriel Pec, do Vasco, foi foi vista pela equipe de transmissão, pois ocorreu enquanto os comentaristas Roger Flores e Paulo Nunes analisavam a jogada e votavam no melhor jogador da partida. A imagem da transmissão não captou a anulação do tento.

Após o encerramento da partida, Luís Roberto e equipe foram avisado pelo repórter Raphael De Angeli que o resultado final da partida foi 1×1 e não 2×1 para o Vasco.

Tv GLOBO PEDE DESCULPAS

Em nota divulgada na noite deste domingo, a Globo pediu desculpas pelo ocorrido e lembrou que, por conta da pandemia, narradores e comentaristas estão trabalhando dos estúdios. Erro também ocorreu na transmissão do SporTV e Premiere. Veja abaixo o comunicado da emissora.

“Nós cometemos um erro hoje, na transmissão de Vasco x Cruzeiro ao não exibir ao vivo a imagem do árbitro anulando o segundo gol do Vasco, o que induziu os narradores e comentaristas da Globo, do SporTV e do Premiere a acharem que o gol estava valendo. Por conta da pandemia, narradores e comentaristas ainda não estão trabalhando nos estádios. Transmitem dos estúdios. Não houve erro do VAR nem do árbitro. Foi um erro exclusivamente nosso e, por isso, pedimos desculpas especialmente aos torcedores de Vasco e Cruzeiro”.

Veja como tudo aconteceu no player abaixo.


Esporte  e Mídia 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário