Destaques

Tv Globo fará transmissão de Brasil e Argentina no vôlei e no futebol neste domingo

Crédito: Lucas Figueiredo/CBF


O esporte é movido a grandes rivalidades. E no caso dos brasileiros, quando do outro lado está uma camisa com listras verticais alternado as cores branca e azul claro, inegavelmente, é diferente. Tal como para eles o uniforme amarelo desperta uma sensação diferente. Brasil e Argentina é um confronto capaz de reunir milhões de pessoas em volta à televisão por qualquer modalidade esportiva que existir. A ponto de o narrador Galvão Bueno resumir este encontro de uma forma simples e ao mesmo tempo perfeita: “Ganhar é bom. Ganhar da Argentina é muito melhor!”. Neste domingo, em Brasília, é a vez de se enfrentarem pela última rodada do Campeonato Sul-Americano Masculino de Vôlei, a partir das 10h05. E fechando a trinca, às 16h, o encontro mais aguardado das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, direto da Neo Química Arena. Todos estes jogos com transmissão ao vivo da TV Globo e dos canais SporTV.

No domingo, a partir das 8h, o SporTV2 transmite a cerimônia de encerramento dos Jogos Paralímpicos. Antes da festa, Sérgio Arenillas relembra as conquistas dos brasileiros, os grandes destaques internacionais e debate, com os comentaristas Clodoaldo Silva e Verônica Hipólito, a performance da delegação nacional e o futuro do esporte paraolímpico no país. A TV Globo mostra um compacto de 20 minutos da cerimônia logo após o “Fantástico”, com a narração de Everaldo Marques e os comentários de Ádria dos Santos e Fernando Fernandes.

Ainda na manhã de domingo, depois da primeira parte do ‘Esporte Espetacular’, é a vez de reeditar o duelo pela medalha de bronze do vôlei masculino nos Jogos Olímpicos deste ano, vencida pelos argentinos. A equipe de Renan Dal Zotto conta com sete atletas remanescentes da campanha em Tóquio no mês passado. O Brasil venceu 32 das 33 edições do torneio já realizadas até o momento – os Hermanos venceram justamente na única vez em que os brasileiros não disputaram o Sul-Americano, em 1964. “O Brasil vem com muitas novidades. É o início de um novo ciclo. É um clássico sul-americano e o Renan já deu indícios de que está observando outros atletas. Certamente quem está chegando quer agarrar essa chance, já pensando em uma continuidade, porque Paris está logo ali. E ainda tem essa questão da rivalidade, que traz um tempero ainda mais especial para essa ‘decisão’ do Sul-Americano”, destaca a comentarista Fabi Alvim, que estará na transmissão da partida na TV Globo, ao lado de Luis Roberto e de Nalbert. No SporTV2, Eduardo Moreno narra a partida, com os comentários de Carlão. O ‘Esporte Espetacular’ ainda traz um material especial mostrando como foi se construindo a rivalidade entre os dois países no futebol e no vôlei, com direito também a um “Baú da Seleção” recordando a primeira vez que Maradona enfrentou o Brasil.

Logo depois do ‘The Voice Kids’, Galvão Bueno estará ao lado de Caio Ribeiro, Júnior e Sálvio Spínola trazendo todas as emoções do principal clássico do futebol sul-americano, direto de Itaquera – a partida terá sinal aberto também no ge. Único time com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias, o Brasil pode abrir, em caso de vitória, nove pontos de diferença sobre os argentinos, que ocupam atualmente a segunda posição. A equipe de Messi, aliás, foi a última a vencer a seleção. No SporTV, Milton Leite, Pedrinho e Maurício Noriega abrem a transmissão uma hora antes de a bola rolar em São Paulo para analisar a campanha dos comandados de Tite até o momento e trazer as últimas novidades minutos antes de iniciar a partida, conversando com os repórteres Marco Aurélio Souza e Gabriel Ribeiro diretamente do estádio. “Nunca é um jogo comum. Tem rivalidade, retrospecto e história. Nos últimos seis jogos foram três vitórias para cada lado. O fato de o Brasil ter perdido na última vez em que se enfrentaram, em casa, incomoda. Tenho certeza de que isso tudo irá servir de estímulo para a equipe fazer um grande jogo no domingo. A Argentina me parece em um momento até melhor do que o da nossa seleção, mas confio muito que a equipe tem tudo para fazer uma boa atuação e garantir a oitava vitória consecutiva nas Eliminatórias”, avisa Caio Ribeiro.

Depois deste clássico, a seleção volta a campo na próxima terça-feira, em Recife, quando recebe o Peru, a partir das 21h30, em confronto que também terá transmissão da TV Globo e do SporTV. Na edição desta sexta-feira do podcast “6ª Estrela”, Alexandre Lozetti recebe Carlos Eduardo Mansur, Raphael Zarko, Bruno Cassucci, Leo Lepri e Guilherme Pereira para analisar a atuação brasileira na vitória sobre o Chile, que garantiu a este time o melhor início de campanha da história das Eliminatórias, com sete vitórias seguidas. Também já está disponível no site a nova edição de “A Mesa”, na qual André Rizek e Paulo Vinicius Coelho debatem sobre o desempenho de Neymar contra o Chile e projetam que a Copa do Catar pode ser a última chance de o jogador brasileiro construir um legado com a camisa Amarelinha.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário