Destaques

TV paga segue a trajetória de perda de base em junho



O mercado de TV por assinatura manteve em junho a mesma toada de queda na base de clientes. Foram 125 mil assinantes a menos no mês, segundo dados da Anatel. Foi o mês de menor perda no ano, mas ainda assim bem acima da média de retração verificada em 2020. Em junho, o mercado de TV paga registrou 13,87 milhões de assinantes. A perda apenas esse ano é de 960 mil clientes e a média mensal é de 160 mil assinantes a menos por mês.

E a empresa que mais perde cliente é a principal operadora, a Claro, que viu sua base de assinantes de TV paga cair 76,7 mil assinantes no mês. Mas esse dado precisa ser olhado agora com uma ressalva, que é o crescimento da empresa na oferta dos serviços por meio do Claro Box, que não constitui serviço de TV por assinatura tradicional e, portanto, não é registrado pela Anatel. A empresa já relatava mais 120 mil assinantes nessa modalidade em junho.

De qualquer forma, na tecnologia tradicional a perda da Claro foi de 55,6 mil clientes no cabo (que fechou o mês com uma base de 5,8 milhões de assinantes) e 21 mil no DTH (que fechou em 737 mil). Ao todo, a Claro ficou com 6,53 milhões de clientes, incluídos os 80 mil usuários em redes de fibra.

A Sky também segue no ritmo de perda: 36,8 mil assinantes a menos em junho, para uma base total de 4,08 milhões. A Vivo também se retrai, com 11,4 mil assinantes a menos e fechando com pouco mais de 1,18 milhão. A Oi segue registrando crescimento. Em junho foram 12 mil clientes a mais, para uma base de 1,757 milhão. 

Confira a perda de base mês a mês.




Com informações. TELA VIVA NEWS

Nenhum comentário

Deixe seu comentário