Destaques

Disney oferece compensação financeira a Starz para usar marca em streaming



Uma audiência final para julgar se a Disney poderá usar a marca Star+ em seu novo serviço de streaming no Brasil foi marcada pela Justiça de São Paulo para o dia 24 de agosto, mas para tentar resolver o assunto de forma pacífica, a empresa americana ofereceu R$ 50 milhões como possível compensação financeira por prejuízos causados para a Starz, que processa a multinacional por causa da semelhança entre os nomes dos streamings. As informações foram publicadas pelo Notícias da TV.

Vale ressaltar que desde o último domingo (25), a Starz, que pertence aos estúdios Lionsgate, tem uma liminar que proíbe a Disney de usar a marca Star+ no país. A alegação é de que os nomes das plataformas causam confusão nos assinantes. Como registrou sua marca primeiro no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual), a Starz tem prioridade de usar este nome.

O pagamento proposto pela Disney só será feito se a Justiça der ganho de causa para o conglomerado de mídia de Mickey Mouse. Ou seja, caso a Starz perca no dia 24 de agosto, poderá receber a quantia.

A ESPN estará no serviço de streaming com uma oferta de esportes liderada pelo futebol da Conmebol Libertadores, La Liga (Campeonato Espanhol), Premier League (Campeonato Inglês), Ligue 1 (Campeonato Francês), UEFA Europa League, UEFA Conference League, Seria A (Campeonato Italiano), Campeonato Argentino e Copa do Nordeste, entre outros.


Esporte  e Mídia



Nenhum comentário

Deixe seu comentário