Destaques

Discovery estreia novos episódios de A Grande Família do Alasca


Na segunda-feira, 7 de junho, às 21h15, o Discovery inicia a exibição dos episódios inéditos da quinta temporada de A GRANDE FAMÍLIA DO ALASCA (Alaskan Bush People), os últimos com a participação do patriarca dos Brown, Billy, morto em fevereiro após uma convulsão.

A despedida de Billy aconteceu em um momento de mudanças drásticas para a família. Todos saíram do Alasca rumo a uma propriedade de 160 hectares no estado norte-americano de Washington, onde ele e os filhos trabalhavam para construir tudo do zero. Próximo à fronteira com o Canadá, no extremo norte dos Estados Unidos, o local é tão isolado – e frio – quanto a casa onde Billy e Ami Brown criaram seus sete filhos.

No início da safra inédita, os Brown completam um ano de muito trabalho em seu novo lar. Depois de levarem água aos principais pontos da propriedade, de construírem estábulos e recintos para a proteção de ovelhas, cabras, vacas e galinhas contra os predadores, além de abrigos para os humanos, eles finalmente parecem estabelecidos em Washington.

No entanto, falta algo fundamental: a casa permanente para Os Brown, que já se preocupam com a fragilidade da saúde de Billy. Os filhos Gabe e Noah e suas respectivas famílias também vão morar na casa principal, zelando pelo bem-estar dos pais. Para acomodar a todos com conforto e privacidade, a casa deve ser espaçosa e Billy a define como a mansão.

Uma vez que o local exato da construção é definido, começa a preparação do terreno – o que deve acontecer antes da chegada do inverno, caso contrário a fundação ficará comprometida. E a família não para de crescer: Bear pede em casamento a namorada Raiven, grávida do primeiro filho do casal. Os Brown se mobilizam para organizar a cerimônia enquanto dão conta da construção da casa. Mas, dias antes do casório, algo inesperado acontece.

Apesar dos percalços e dificuldades, os Brown permanecem unidos e prosseguem o sonho que Billy e Ami Brown começaram há quatro décadas. O casal decidiu viver isolado e escolheu os bosques do Alasca como o lar para a família que estavam prestes a começar. Ali viram seus filhos crescer, compartilhando uma perspectiva singular da vida na virada do século e em meio à revolução digital.  Pescar, caçar, construir o próprio abrigo e cultivar o alimento foram as habilidades desenvolvidas além das fronteiras da civilização moderna. 

Os sete filhos – Matt, Bam, Noah, Gabe, Snowbird, Bear e Raindrop – estudaram em casa e aprenderam com a natureza a tirar proveito do que ela oferece e a se proteger dos perigos. Se por um lado são preparados, confiam em suas próprias mãos e conhecimentos para vencer intempéries, por outro desconhecem completamente os fenômenos do mundo globalizado. 

Para os Brown, não basta apenas conquistar a autossuficiência; é preciso prosperar cultivando a própria comida, cuidando dos animais, construindo as moradias para cada filho e fincando território em uma região ainda desconhecida e dominada por predadores.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário