Destaques

Band segue os passos da Tv Globo e leva acervo histórico ao Bandplay





Lançado há pouco mais de dois meses, a plataforma da Band no streaming, BandPlay, ganhará novos investimentos nos próximos meses, tanto em tecnologia quanto em conteúdo. O aplicativo passará a abrigar todo o material do Grupo Bandeirantes, incluindo canais de TV e programas de rádio.

A grande novidade, porém, será o lançamento do já prometido resgate do acervo histórico da emissora, sempre alvo de críticas pela má preservação e pouca utilização na programação. Não há uma definição oficial das atrações que estarão disponíveis na plataforma, mas o canal promete a presença de “programas atemporais”.

A Band detém registros históricos de musicais de grandes nomes da música brasileira, como Elis Regina, Chico Buarque, Tim Maia e Milton Nascimento, além de programas que marcaram época, a exemplo do Perdidos da Noite (1984-1988), comandado por Fausto Silva – de volta à emissora –, e de atrações como Programa H (1996-1999), Márcia (2007-2010), CQC (2008-2015) e A Liga (2010-2016).

Também há centenas de arquivos de transmissões esportivas, com títulos da seleção brasileira, jogos olímpicos e a mais recente Fórmula 1. Na dramaturgia, a emissora é dona de grandes sucessos dos anos 1970 e 1980, como Cara a Cara (1979), estrelada por Fernanda Montenegro e Débora Duarte, Meu Pé de Laranja Lima (1980), Os Adolescentes (1981) e Os Imigrantes (1981), saga de Benedito Ruy Barbosa.

Também há tramas lançadas nos anos 2000, como Floribella (2005), Paixões Proibidas (2006) e últimas produções do gênero, Dance, Dance, Dance (2007) e Água na Boca (2008). Além de apostar na própria programação, o BandPlay está em busca da aquisição de produções de outros países e não descarta firmar parcerias de negócios.

Com informações, RD1

Nenhum comentário

Deixe seu comentário