Destaques

Do valor que a Record Tv pega pelo Carioca clubes ganham só R$ 3 milhões


(Reprodução)


Os clubes do Rio ganharão cerca de R$ 3 milhões com o contrato de TV aberta da Record Tv, mas a maior parte do acordo de R$ 11 milhões irá para produção dos jogos, comissões da Ferj e da empresa Sportsview. A informação foi publicada pela coluna de Rodrigo Mattos, no UOL Esporte.

A alegação da Ferj é que os clubes irão ganhar mais com o pay-per-view: houve venda de cerca de 80 mil pacotes nas operadoras e a aposta maior é nas TVs de times.

O total do dinheiro da Record Tv destina R$ 6 milhões para a produção de imagens e transmissões do Carioca. A Ferj fica com um valor em torno de 10% do total, o que lhe dá pouco mais de R$ 1 milhão. Já a Sportsview leva um percentual de 8% do contrato. Em torno de R$ 900 mil. Sobram cerca de R$ 3 milhões que serão destinados aos clubes. Desse total, a maior parte vai para clubes grandes e outra parte para premiação do Carioca.

Mas Flamengo, Fluminense, Botafogo e Vasco ficam com a maior fatia do dinheiro do PPV, tanto em suas TVs quanto nas operadoras. Até agora, foram vendidos cerca de 82 mil pacotes nas operadoras Claro, Sky e Vivo. Com o valor de R$ 129,9 por pacote, isso gera R$ 10,6 milhões de valor bruto.

A Ferj explicou que o contrato de TV aberta tem que ser considerado em conjunto com PPV já que os custos de produção de TV geram imagens para outras plataformas. E classificou as cifras como satisfatórias.

"O contrato de TV aberta faz parte de um novo plano comercial de transmissão. Ao contrário do modelo anterior em que o aporte era de um só caixa, o atual amplia as fontes e, aparentemente, dilui os valores, que, numa estimativa total, terá cifras satisfatórias. É preciso somar ainda as receitas de pay-per-view, mobile, TVs dos clubes, entre outras. O olhar micro pode dar essa sensação, mas a visão futura é o caminho dos moldes dos direitos de transmissão no Brasil."

Nenhum comentário

Deixe seu comentário