Destaques

São Paulo quer receitas de TV iguais a rivais e vai negociar com a Tv Globo


(Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)


Ao assumir o mandato, o presidente do São Paulo, Julio Casares, disse que almejava uma renegociação do contrato de transmissão do Campeonato Brasileiro com a Globo, embora frisasse que respeitaria os acordos vigentes. O clube foi o único grande da capital que não teve mínimo garantido no pay-per-view da Série A.

"Entendo isso de uma forma muita clara. Independente de Globo e São Paulo, entendemos o que o São Paulo representa no mercado internacional. O São Paulo é o clube mais conhecido fora do Brasil. É o que tem mais conquistas internacionais. É natural que coloquemos o São Paulo no maior patamar possível. Entendo que a Globo renegocia contratos, vimos movimentos em que perdeu o futebol, a Fórmula 1. Acho que é uma movimentação bem benéfica para o mercado. A Globo é o maior player. Sem se referir diretamente a ela, estamos buscando um patamar que o clube pode estar. Entendemos o posicionamento do São Paulo. Vamos mostrar com dados, com números. As forças das redes sociais, inclusive em negociações como a Globo. Para que a gente ganhe o que entendemos ser o justo para nós", disse o diretor executivo de marketing, Eduardo Toni, em entrevista a coluna de Rodrigo Mattos, no UOL Esporte

"Com todo respeito ao Corinthians, Palmeiras, Flamengo, Vasco, temos a importância do mercado do São Paulo. Esse é um pleito muito justo, ter garantias mínimas. Buscar receitas igualitárias aos outros clubes. É uma questão que vamos abordar. A gente ainda tem três meses de gestão. Estamos atacando várias frentes de gestão. Mas isso está no nosso radar e vai chegar", completou.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário