Destaques

Globo pagou R$ 287,5 mil para produzir série em homenagem a Gabigol


Cena do documentário "Predestinado", do Globoplay, que fala sobre atacante Gabigol, do FlamengoImagem: Reprodução/Globo

UOL Esporte divulgou detalhes do contrato entre o atleta Gabriel Barbosa, do Flamengo, e a Globo, para a produção da série documental "Predestinado". O documento prevê pagamento de R$ 287,5 mil e mais uma participação de 50% em futuros licenciamentos da produção para Gabigol e seu estafe, e veta que a produção tenha qualquer menção à vida amorosa do artilheiro.

Do valor desembolsado pela Globo, R$ 250 mil são destinados ao próprio Gabriel, e R$ 37,5 mil à empresa 4Comm, que gere a sua carreira. Em caso de licenciamentos futuros para outras emissoras ou serviços de vídeo, os lucros seriam divididos: 50% para a Globo, 40% para Gabigol e 10% para a 4Comm.

O veto a qualquer menção à via amorosa do atacante do Flamengo está na cláusula 2, que trata do objeto do documentário. "É vedado que o DOCUMENTÁRIO aborde, trate ou mencione, mesmo que através de terceiro, de qualquer aspecto da vida amorosa do atleta ou mencione qualquer terceiro relacionado a esse assunto"

Nenhum comentário

Deixe seu comentário