Destaques

Disney e Facebook não participaram da concorrência da Liga dos Campeões

(Reprodução)

TNT Sports (em TV paga e streaming) e SBT (TV aberta) levaram os direitos de transmissão da Liga dos Campeões da UEFA pelas próximas três temporadas (de 2021/2022 a 2023/2024) e praticamente não tiveram concorrentes, já que somente a Globo apresentou proposta, para TVs aberta e fechada. De acodo com a coluna de Gabriel Vaquer, no UOL Esporte, mesmo interessados, Facebook e Disney decidiram sair da concorrência.

A Disney recebeu informações que a TNT Sports faria uma proposta astronômica. Ao fazer a conta, percebeu que não poderia bater a concorrente com o que pretendia oferecer. A limitação financeira também passa pela fusão entre os canais ESPN e FOX Sports, que acontece desde o ano passado. A empresa colocava em seu planejamento de 2021 retomar a Champions League, mas não conseguiu.

No caso do Facebook, apesar da ótima audiência obtida com a Champions League, dois fatores pesaram para deixar a concorrência. O primeiro é o preço. Mesmo sendo a maior rede social do mundo, o valor obtido com receitas não pagou o investimento no direito de transmissão do evento.

O segundo é um motivo local: a empresa percebeu que principalmente no Brasil o público não aceitou seu modelo de exibição, mesmo aprovando o modelo de engajamento. A ideia é investir nisso para trazer marcas que possam anunciar na rede social.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário