Destaques

Conmebol fecha 2020 no prejuízo com rescisões de contrato de Tv Globo e DAZN


Reprodução)

A Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana perderam US$ 43 milhões (R$ 239 milhões) com as rescisões de contratos de direitos da Globo e da DAZN, informa a coluna de Rodrigo Mattos, no UOL Esporte. Com isso, a entidade acabou 2020 com prejuízo.

Após as rescisões, a Conmebol assinou novos acordos com o SBT e com a Conmebol TV para transmissão em TV Aberta e Fechada da Libertadores no Brasil. Só que o dinheiro desses compromissos só passaram a entrar para Conmebol em 2021

"A CONMEBOL cumpriu o compromisso de entrega de partidas aos titulares de direitos, entretanto, dois deles (Dazn e Globo) decidiram unilateralmente rescindir seus contratos, cujo impacto nas receitas significou uma queda de USD 43.350.000 para o exercício de 2020. Esses direitos foram novamente comercializados, com a formalização de acordos com o SBT, Claro-Sky através do operador e programador local, Bandeirantes, para os ciclos 2020-2022", diz o balanço da Conmebol.

Os novos contratos com o SBT e Conmebol TV, entretanto, são menores do que os da Globo.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário