Destaques

Os desafios da Warnermedia para seguir com os direitos da Liga dos Campeões

(Reprodução)

A Warnermedia oficializou, na semana passada, seu interesse em renovar os direitos da Liga dos Campeões da Uefa (Champions League) pelas próximas três temporadas - 2021/22, 2022/23 e 2023/24, mas terá que superar a resistência da Uefa que reclamam nos bastidores da falta de penetração da competição no Brasil. A informação foi publicada pelo blog do Gabriel Vaquer no UOL Esporte.

A confederação pretende priorizar propostas de canais com maior alcance para o próximo ciclo. Para isso, a Team, agência que vende os direitos, preparou um pacote para TV aberta - como informou o colunista Rodrigo Mattos, em janeiro.

Para convencer a Uefa, a Warner aposta no alto número de correspondentes internacionais, a exibição de todos os jogos através de uma plataforma de streaming e o fato de marcar presença nos pacotes mais básicos da TV paga como a TNT e Space.

A Uefa ainda tem o entendimento que, dentro da TV fechada, o evento ganharia mais repercussão em um canal esportivo com grade totalmente voltada para os jogos.

2 comentários:

  1. Verdade. Sem falar que pessoalmente considero a narração do antigo Esporte Interativo fraca em relação aos demais canais esportivos.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário