Destaques

Now: Claro e Cinema Virtual fecham parceria inédita




O NOW, serviço de streaming da Claro, e o 
Cinema Virtual acabam de fechar uma parceria que disponibiliza todo conteúdo da plataforma para os assinantes do serviço da Claro dentro do ambiente em que estão acostumados.

Lançado em maio de 2020, o Cinema Virtual é plataforma de streaming desenvolvida em associação com os cinemas físicos que traz a experiência das salas de exibição para dentro de casa, com estreias semanais sempre às quintas-feiras.

Com a novidade, os clientes da Claro com acesso ao NOW, em seus pacotes de TV por Assinatura, Móvel e Banda Larga, terão acesso a filmes inéditos no Brasil, muitos dos quais exibidos em festivais internacionais e produzidos em países que não costumam ter distribuição para o Brasil, como Afeganistão, República Tcheca, Estônia e Sérvia. Assim, todos os conteúdos vão poder ser acessados pelos clientes da Claro pelo site nowonline.com.br ou app NOW para dispositivos móveis e tablets. Os assinantes que possuem pacote de TV da operadora também possuem a opção de assistir por meio do canal 1 do controle remoto.

Os exibidores parceiros são remunerados de acordo com as compras de ingressos realizadas e agora, com a entrada da plataforma no NOW, passam a receber parte da verba obtida com a venda dos ingressos no novo parceiro, mesmo que, neste novo modelo não haja a escolha da sala. Além disso, com essa ação, o NOW ajuda as salas de cinema nesse momento difícil de pandemia.

O Cinema Virtual exibe em média de 10 a 15 filmes simultaneamente, trazendo novidades todas as semanas. Cada filme fica em cartaz por no mínimo catorze dias.

Em fevereiro, o Cinema Virtual trará o grego "O Mistério de Frankenstein"; o indiano "Jornada de Jhalki", o americano "O Muro" e o britânico/cubano e "Mambo Man - Guiado Pela Música". Atualmente, estão em cartaz o sérvio "Inteligência Artificial - Ascenção das Máquinas"; o irlandês "Contágio em Alto Mar", os lituanos "O Castelo de Sonhos" e "O Advogado", além do dinamarquês "A Loucura Que Nos Une".

Nenhum comentário

Deixe seu comentário