Destaques

SBT demite todo mundo que não estiver trabalhando

(Reprodução)


Depois de encerrar contrato com todo o elenco da novela “As Aventuras de Poliana” e boa parte da equipe de bastidores da dramaturgia, a emissora de Silvio Santos finaliza ainda o corte de produtores de programas que estão fora do ar. A ordem é se livrar de salários e vencimentos de quem não está em cena por causa da pandemia, com exceção de apresentadores de grife, como o próprio Silvio Santos, Raul Gil e Carlos Nascimento.

Na semana passada, Leão Lobo, Lívia Andrade, Mamma Bruschetta e Carlinhos Aguiar também foram dispensados. Roberto Cabrini e Rachel Sheherazade, mesmo no ar, também foram dispensados devido ao alto salário.

Michael Ukstin, diretor de vários programas, como “Máquina da Fama”, “Topa Ou Não Topa”, “Teleton”, “Nada Além da Verdade”, “Um Milhão na Mesa”, entre outros, também foi desligado da emissora após 13 anos.

Até que uma vacina contra a Covid-19 permita a retomada de dias normais de gravação, a emissora não pretende manter em sua folha de pagamentos artistas que não estejam trazendo faturamento para a casa. Esses profissionais estavam desde o início do ano recebendo salários, que variam entre R$ 20 e R$ 50 mil por mês, sem trabalhar.

Devido à pandemia de Covid-19, as emissoras de TV devem fechar o ano de 2020 com um faturamento 20% menor que o ano de 2019.


Com informações,Bastidores da Tv

Nenhum comentário

Deixe seu comentário