Destaques

Cade: Palmeiras e sete times apoiam acordo coletivo de TV, Flamengo diverge

(Crédito: Vladimir-vinogradov-istock)


Em procedimento aberto pelo Cade para investigar monopólio da Globo, o Palmeiras e outros sete clubes se manifestaram em favor da negociação coletiva de direitos de televisão como mais vantajosa financeiramente. Enquanto isso, o Flamengo defendeu que é mais benéfico o acordo individual por time. Embora com posição mais neutra, o Corinthians indicou que também deve ter mais vantagem econômica com conversas individuais. As informações foram publicadas pelo blog do Rodrigo Mattos, no UOL Esporte.

16 clubes da Série A responderam ao Cade. Desses, oito se manifestaram em favor de negociações coletivas de contratos de direitos de televisão: Palmeiras, Atlético-MG, Coritiba, RB Bragantino, Goiás, Fortaleza, Sport e Bahia. A maioria deles ainda pregou uma divisão de receitas mais igualitária e citou a Premier League, onde o time com maior remuneração pode ganhar até três vezes mais do que o de menor ganho.

O Athletico-PR também indicou preferir uma negociação consensual de clubes, porém ressaltou ser favorável à conversa direta em vez de coletiva (sem intermediação de nenhuma entidade de administração).

Os outros cinco clubes que mandaram ofícios ao Cade não manifestaram preferência, não responderam à questão ou pediram sigilo sobre suas posições. São eles, Vasco, Grêmio, Botafogo, Fluminense e São Paulo. Outros três times, Internacional, Santos, Ceará e Atlético-GO não têm ofícios registrados no Cade.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário