Destaques

Criança Esperança" contará apenas com doações corporativas




O "Criança Esperança" chega à 35ª edição e, em um ano em que todo o mundo precisou se reinventar, a campanha mudou para manter seu impacto social e fazer uma junção de marcas com propósito para se unirem a essa corrente. A campanha já está aberta, com o conceito "Doe esperança". Em vez do tradicional 0500, o público, desta vez, será convidado a fazer doação de esperança, por meio de uma plataforma colaborativa, onde poderá enviar vídeos inspiradores de até 15 segundos com a possibilidade de vê-los exibidos ao longo da programação.
Os recursos, este ano, serão provenientes de doações corporativas, de empresas que se unem com seu propósito ao Criança Esperança. Foram 111 projetos selecionados em edital pela UNESCO para serem beneficiados e estão disponíveis no site oficial da campanha. A primeira marca que se uniu a esse projeto, antes mesmo do início da campanha, foi OMO, patrocinadora máster do Criança Esperança 2020.
O show do Criança Esperança vai ao ar no dia 28 de setembro, e será comandado dos Estúdios Globo por Fátima Bernardes, Luis Roberto, Tiago Leifert, Jessica Ellen, Luciano Huck e Maju Coutinho, com a participação especial ainda de Pedro Bial, Serginho Groisman e Ana Maria Braga. A celebração contará com números musicais produzidos à distância e também fará reflexões sobre temas sociais relevantes na atualidade, como a força da mulher no contexto da pandemia. Nos dias 26, 27 e 28 de setembro, o elenco da Globo conversa com o público que doar esperança através da plataforma colaborativa do Doe Esperança, nos Mesões da Esperança que, desta vez, em formato inédito, acontecem virtualmente.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário