Destaques

Animal Planet estreia Sete Mundos, Um Planeta





Atividades vulcânica e tectônica intensas moldaram o planeta como hoje o conhecemos. As forças geológicas, há milhões de anos, distribuíram as elevações da crosta terrestre e acomodaram os oceanos, formando os continentes como os conhecemos.

A partir desta quinta-feira, 24 de setembro, às 21h25, o Animal Planet exibe a superprodução da Unidade de História Natural da BBC Studios SETE MUNDOS, UM PLANETA (Seven Worlds, One Planet), uma viagem pelo globo com foco nas especificidades da vida selvagem nos diferentes continentes, narrada por Sir David Attenborough na versão original em inglês. A série já foi exibida este ano pelo canal Discovery.

São sete episódios de uma hora que revelam como a natureza se adaptou às condições climáticas e geológicas, evoluindo a biomas ricos e diversificados que são respostas da vida aos diferentes ambientes terrestres.  Antártica, Ásia, Austrália, África, Europa e Américas – do Norte e Sul, em dois episódios – formam os sete capítulos desse panorama pelos ecossistemas característicos de cada região. Entre os destaques do episódio que viaja pela América do Sul estão animais da fauna brasileira, como o macaco capuchinho e o peixe piraputanga.

A série destaca o comportamento de animais que se adaptaram às mais difíceis condições, sobrevivendo às planícies escaldantes da África e às águas congelantes da Antártica. Na Ásia, o maior de todos os continentes, a série mostra como a vida selvagem se faz presentes em condições que representam extremos: ali selvas densas e os Himalaias resistem à ação da humanidade – mas, por quanto tempo?

O adensamento populacional e a crescente industrialização são circunstâncias adversas para a vida selvagem, tão recentes quanto hostis, e que se estendem a todos os continentes. SETE MUNDOS, UM PLANETA, coloca em pauta os desafios enfrentados pelos animais em um mundo dominado pela humanidade. Contando histórias reais – de trágicas a engraçadas e comoventes – a série revela os aspectos fundamentais que tornam único cada um desses sete mundos.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário