Destaques

Rede Globo ameaça romper contrato, não pagar ou reduzir valor do Brasileirão caso Turner mostre jogos de seus clubes

(Reprodução)

Na ação contra a Turner, em que tenta bloquear transmissão de jogos de seus times no Brasileirão, a Globo ameaça romper o contrato do certame, parar de pagar ou reduzir os valores dados aos clubes caso perca na Justiça. A informação foi publicada pelo blog do Rodrigo Mattos, no UOL Esporte.

A estratégia jurídica é similar a adotada no Campeonato Carioca, mas o campeonato é o produto que viabiliza o pacote de futebol da emissora e, portanto, o rompimento é uma medida vista como extrema e improvável.

A disputa se iniciou quando a Turner, baseada na MP do Mandante, escolheu incluir em sua grade jogos de times que têm contratos com Globo para a TV Fechada. Na semana passada, a emissora carioca entrou com um pedido de liminar para barrar essa transmissão. A decisão da Justiça do Rio em primeira instância foi desfavorável à Globo com negativa de liminar. A emissora vai recorrer à segunda instância.

"É preciso ter bem claro que, a prevalecer a manobra das rés, em frontal violação aos contratos já celebrados, a autora reavaliará a conveniência de manutenção dos contratos já celebrados e a possibilidade de interrupção de todos os pagamentos ainda pendentes de acordo com esses contratos ou sua eventual redução, em prejuízo dos clubes, que já enfrentam difícil situação financeira", diz a Globo.

Caso perca a ação para a Turner, a Globo estudaria exatamente quantas partidas seriam transmitidas pela outra emissora e, portanto, qual o impacto em seus produtos como o ppv. Outro fator é se a MP do Mandante vai continuar a vigorar depois de outubro quatro acaba seu prazo. Se o Congresso deixar o texto caducar, e voltarem a valer as regras da Lei Pelé, o prejuízo da Globo seria bem menor e as cobranças seriam menores.


Nenhum comentário

Deixe seu comentário