Destaques

Douglas Tavolaro se posiciona contra críticas a CNN Brasil

Douglas Tavolaro, CEO da CNN Brasil

CEO da CNN BrasilDouglas Tavolaro decidiu falar sobre as críticas que o canal de notícias recebe desde sua estreia, há cinco meses, por causa dos seus debates. Em artigo para o jornal Folha de S. Paulo, o chefão da rede rebateu as acusações.
Em texto, o ex-Record afirmou que a empresa “já se consolidou como o canal do debate e da franca discussão de ideias na mídia brasileira”. “Chego a arriscar que nenhum outro veículo de comunicação promove com tanta regularidade o embate de pensamentos entre pessoas com perspectivas diferentes do mundo”, disparou ele.
“Todos os dias, a emissora dá amplo espaço a empresários, economistas, juristas, cientistas, intelectuais e políticos das mais diversas linhas ideológicas para debater livremente as questões fundamentais do país”, acrescentou o chefão da CNN Brasil.
O diretor ainda disse que o canal pensa sempre em destacar as diferença de ideias e que isso é uma das forças vitais da democracia. “Esse é um dos pilares editoriais que construímos em parceria com a CNN dos Estados Unidos, há 40 anos uma das marcas de jornalismo de maior credibilidade do planeta”, garantiu Tavolaro.
“A CNN é democrática, equilibrada, independente e vai continuar mostrando todos os lados e promovendo debates no Brasil. Esta posição, por vezes, enfrenta críticas. A maioria vem de pessoas com convicção ideológica clara, que atacam apenas os que estão ‘do outro lado'”, comentou ele.
O diretor acrescentou: “Outros são insuflados por quem têm interesses comerciais que se cruzam com os da CNN Brasil, mas omitem isso do público”.
Douglas Tavolaro também falou no artigo sobre as acusações que a empresa recebe por dar voz aos negacionistas: “As críticas político-ideológicas vêm de grupos que tentam desqualificar não apenas o outro lado, o rival, mas a própria discussão democrática. É comum esses grupos acusarem os oponentes de serem extremistas, comunistas, obscurantistas, fascistas, negacionistas —ou qualquer outra palavra considerada ofensiva por um dos lados“.
Com informações,RD1

Nenhum comentário

Deixe seu comentário