Destaques

'Deve ser do doleiro da família Marinho': Witzel rebate repórter da Globo ao ser questionado sobre propina


Troca de farpas entre governador afastado e repórter aconteceu durante pronunciamento na manhã desta sexta-feira (28)


Em pronunciamento na manhã desta sexta-feira (28), o governador afastado do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC) se exaltou quando questionado por repórter do Grupo Globo sobre denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR) de recebimento de R$ 274,2 milhões em propina. "Deve ser do tal doleiro que negociou com a família Marinho", respondeu.

Witzel estava se referindo a uma denúncia feita no início deste mês pela revista Veja, em que o doleiro Dario Messes afirmava que um de seus funcionários se dirigia duas a três vezes por semana à sede da Globo com pacotes contendo valores entre US$ 50 e US$ 300 mil em espécie. Na época, o Grupo Globo negou as acusações.

Já o questionamento do repórter do Grupo Globo fazia referência à denúncia apresentada pela PGR ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ) que resultou no afastamento de Witzel. Nela, o Ministério Público afirma que o governador teria embolsado R$ 274,2 milhões em propina ao longo do seu governo. Esse dinheiro teria sido pago por empresas ligados ao empresário Mário Peixoto, que está preso.






Nenhum comentário

Deixe seu comentário