Destaques

Câmara dos Deputados deixa MP do mandante de lado

(Foto: Heber Gomes/Sagres Online)

A Medida Provisória 984, conhecida como a MP do Mandante, permanece em segundo plano no Congresso Nacional, o que reforça o desejo de Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados. Segundo o UOL Esporte, ele quer caducar o texto no poder legislativo, mesmo que haja apoio da maioria dos clubes do Brasileirão.

Os principais articuladores ligados ao esporte, o que inclui o próprio Maia, não começaram a discutir o assunto. O relator do projeto nem sequer foi nomeado.

A demora em relação a uma decisão sobre o tema é justificada nos corredores pelo cenário atual, em meio à pandemia do novo coronavírus.

Os políticos alegam que há outros temas mais importantes em pauta em Brasília. O texto tem validade de 60 dias, prorrogáveis por mais 60 se não houver votação dentro deste primeiro prazo na Câmara dos Deputados e Senado.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário