Destaques

Afiliada da Globo demite 20 funcionários em meio à pandemia

Afiliada da Globo demite 20 funcionários em meio à pandemia (Imagem: Divulgação / Globo)


Afiliada da Globo, a TV Vanguarda tomou uma atitude inesperada contra os seus funcionários e chamou 20 dos seus colaboradores para o RH da emissora na última segunda-feira (3). Tal atitude ignorou a estabilidade prevista pela Medida Provisória 936.
Na última segunda (3), o jornalista Carlos Abranches, apresentador do Bom Dia Vanguarda, lamentou a demissão. “Estou me despedindo da TV Vanguarda. A pandemia, e a crise econômica decorrente disso, obrigaram a emissora a eliminar minha função, junto com a de outros vários colegas”, explicou Abranches em sua conta no Instagram.
Em entrevista ao site Notícias da TV, dono da emissora, José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, desconversou sobre a onda de demissões em meio à pandemia do novo coronavírus. “[Está havendo] demissões e admissões. Dentro do fluxo normal. O nosso turnover é em média 20 pessoas anualmente. 10% da folha. Esse ano o número foi mantido só que concentrado em um mesmo período”, detalhou.
O ex-chefão da Globo afirmou que a lei de estabilidade em meio à crise sanitária e econômica foi respeitada. “Nem poderia ser diferente porque o Ministério Público do Trabalho não a aceitaria. Saem agora, mas recebem até o tempo determinado pela lei. Provavelmente até outubro como disposto”, explicou.
Ainda de acordo com a reportagem, dos 20 funcionários, 12 dos demitidos são jornalistas, além de duas produtoras, um editor de imagens, uma editora, um apresentador e três repórteres.
Boni ressaltou que os demitidos “confundem com a extensão do prazo que se refere” aos que continuaram trabalhando “com desconto, o que não é o caso deles”, e apontou: “As dificuldades são passageiras e são as mesmas que a maioria das atividades está sofrendo. Mas a Vanguarda investirá esse ano em outras tecnologias devido alterações do comportamento do mercado”.
Com informações,RD1

Nenhum comentário

Deixe seu comentário