Destaques

Téo José fala sobre narrar Fla-Flu no SBT


(Reprodução)

O narrador Téo José concedeu entrevista ao programa 'Esporte 9', da Rádio 9 de Julho, de São Paulo, e contou detalhes do acerto para fazer a final do Campeonato Carioca, entre Flamengo x Fluminense, na noite desta quarta-feira (15, no SBT.

"Foi um negócio bem diferente. Passei a semana em Goiânia. Umas 22h30, o Flávio Ricco me mandou uma mensagem perguntando se eu ia narrar o jogo na quarta-feira. A minha resposta foi: 'qual jogo?'. Quando ele disse Flamengo x Fluminense e que a negociação já estava em curso - inclusive com meu nome para narrar -, eu disse que não sabia de nada. Ele soube antes. Ele deu a nota e disse que eu deveria ser o narrador", declarou Téo, que é contratado do FOX Sports.

"De manhã, eu mandei uma mensagem para o vice-presidente do FOX Sports, disse que precisava falar com ele sobre esse assunto. Ele me respondeu que meu caso estava na Argentina para análise. Eu perguntei: 'que caso?'. Ele me falou que o SBT tinha procurado o FOX Sports sobre a chance de eu narrar o jogo. Eu fiquei muito feliz, mas ninguém tinha me falado comigo. Passaram alguns dias até o SBT fazer contato comigo e me dizer que iriam me procurar após a liberação da Disney", continuou.

"Então, o vice-presidente do FOX Sports me ligou durante uma viagem e me falou que eu tinha a liberação. Na mesma viagem, fui contatado pelo SBT. Expliquei que estava viajando, mas deixei apalavrado. Hoje que acertamos mesmo. Hoje que fiquei sabendo o formato, mais ou menos. Amanhã devo chegar em São Paulo, porque a transmissão será de estúdio, não no estádio", disse Téo José.

"É como se fosse um empréstimo. É um jogo muito importante e eu tenho um carinho muito grande pelo SBT, pelo tempo que eu trabalhei lá. Também agradeço o FOX Sports por ter aceitado o pedido. Eles poderiam ter recusado", complementou. o narrador.

A propósito, o colunista de TV, Flávio Ricco, informou que o jogo deve ter narração de Téo José nos estúdios do SBT, em São Paulo. Segundo ele, fazer do estádio, do Maracanã, sem maior apoio ou ter alguém de stand-by, entende-se, será um risco.


Nenhum comentário

Deixe seu comentário