Destaques

Presidente da Câmara tenta caducar MP das transmissões

(Crédito: Vladimir-vinogradov-istock)


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não tem intenção de colocar em votação a Medida Provisória 984/20 - MP que dá direito aos mandantes de negociarem e decidirem sobre transmissões de futebol sem anuência do time visitante. A informação é do UOL Esporte. Maia sinalizou a interlocutores que deixaria a mesmo caducar - perder a validade após 120 dias da publicação.

O martelo só não está batido por conta do apoio de 16 clubes dos 20 da série A do Campeonato Brasileiro à MP.

Desde o início, Rodrigo Maia e líderes do Congresso envolvidos diretamente com o tema, como Marcelo Aro (PP-MG), disseram que escutariam a vontade dos times. Mesmo sem qualquer previsão para colocar o texto na pauta da Câmara nas próximas semanas, Maia ainda avaliará o caso.

As lideranças agora também querem ouvir os 20 times da série B, buscando ampliar o leque de opiniões e evitar uma decisão tomada apenas pela maioria da elite.

BOLSONARO

Enquanto isso, O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), usou parte de sua transmissão ao vivo desta quinta-feira (23) para falar sobre a MP, pedindo que parlamentares não deixem a proposta "caducar".

"Essa MP dá liberdade aos times, que poderão negociar os direitos com qualquer TV que eles quiserem, ou outras mídias que desejarem. A MP também divide essa renda entre os atletas que entrarem em campo", disse. "A gente espera que o parlamento não deixe caducar".

O presidente disse também que 16 times da primeira divisão são favoráveis à medida, assim como "grande parte dos times da segunda divisão".


Nenhum comentário

Deixe seu comentário