Destaques

Flamengo diz que liminar concedida a Globo nesta Quinta não tem efeito, e está livre pra seguir com transmissões

(Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Na manhã desta quinta-feira (2), o desembargador Ricardo Couto de Castro concedeu a liminar solicitada pela Globo que visava impedir a transmissão do jogo entre Flamengo e Boavista na noite passada. Segundo o UOL Esporte, na decisão o magistrado informou ficar "vedada a reexibição da partida realizada no dia 01.07.2020, entre a parte agravada e o Boavista Futebol Clube, sem anuência da parte agravante [Globo], sob pena de incidência da multa acima estabelecida [R$ 2 milhões]".


O Flamengo, no entanto, entende que o documento fica "sem efeito" após a Globo anuncia a rescisão do contrato de transmissão do Campeonato Carioca.


"A base de toda a discussão era o contrato da Globo com federação e times. E ele foi rescindido. Não há mais sentido. É sem efeito", argumentou o vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee. "Ela entrou com uma petição desistindo da ação no início da manhã. A partir do momento que não tem mais o contrato, não tem mais direito. O caso perdeu o objeto", completou.


"Nos jogos que formos os mandantes, seguiremos com a nossa transmissão. Ou na Fla TV ou negociando com alguém que queira transmitir mediante um pagamento", explicou Dunshee.


Nenhum comentário

Deixe seu comentário