Destaques

Ferj entra na justiça e consegue liminar obrigando Globo a transmitir jogos do Carioca

(Reprodução)


A celeuma sobre os direitos de transmissão do Campeonato Carioca ganhou novo capítulo nesta sexta-feira (4), um dia após a Globo anunciar a rescisão do contrato de exibição de jogos da competição por quebra de exclusividade após o Flamengo mostrar pelas redes sociais o duelo contra o Boavista.

A Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj) conseguiu uma liminar que obriga a emissora a transmitir o duelo entre Fluminense e Botafogo, no domingo (5), às 16h00, pela semifinal da Taça Rio. Caso descumpra a decisão a emissora terá de pagar R$ 5 milhões de multa a cada partida (além da semifinal da Taça Rio, tem a final se o Flamengo não se classificar).

De acordo com o UOL Esporte, a Globo informou que "não comenta casos sub judice", mas está certa que vai recorrer. A liminar teria pego o Grupo Globo de surpresa já que a empresa não esperava tal estratégia da Federação do Rio.

Enquanto aguarda os desdobramentos - pedido de liminar em segundo instância e consequente julgamento do mérito -, a Globo já orientou suas equipes de transmissão e conteúdo avisadas para o caso de não conseguir reverter a decisão judicial.

Apesar da rescisão de contrato anunciada pela Globo, uma mensagem da Ferj deixou a maior parte dos clubes em dúvida. Diante de dúvidas sobre a rescisão, a entidade recomendava aos clubes não "exercer o direito de transmitir suas partidas". Na visão da federação, "ainda com a informação, no documento, de que a emissora garante o pagamento integral da cota de 2020", transmitir os jogos poderia significar uma brecha jurídica para posterior cobrança da emissora, uma vez que ela ainda iria remunerar os clubes pelo torneio.

UOL Esporte informa que a Ferj enviou uma contra-notificação à Globo nesta sexta-feira (3) buscando respostas mais claras sobre o direito de transmitir.

"A liminar confirma que a nova MP não pode se aplicar a contratos anteriores, mas, infelizmente, no caso do Carioca o direito da Globo à exclusividade já havia sido violado pela transmissão do jogo do entre Flamengo e Boavista. A partir do momento em que não há mais um contrato vigente com a Globo, a decisão da transmissão passa a ser dos clubes com a FERJ, já que ela os representa na venda dos direitos de mídia", disse a Globo em nota



Nenhum comentário

Deixe seu comentário