Destaques

TV Brasil migra para o canal 1 em São Paulo


Assistir à TV Brasil em São Paulo fica ainda mais prático e rápido, no canal aberto 1, a partir desta segunda (22/6).

Para ter acesso ao canal 1 – TV Brasil, da TV digital aberta em São Paulo, basta ir ao menu do aparelho televisivo, procurar pela programação automática dos canais, iniciar o processo de sintonia e, ao final da "varredura", você terá o canal 1 programado como TV Brasil em alta definição de imagem e qualidade de som digital.

O presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Luiz Carlos Pereira Gomes, ressalta que a mudança é estratégica e aproxima ainda mais a emissora do público: "A partir de agora, a TV Brasil ganha em posicionamento e relevância em relação aos demais canais. Levar uma televisão em canal aberto digital para a maior cidade da América e abrir o espectro de frequências com o canal 1 tem uma representatividade muito grande."

São Paulo e a grande metrópole terão acesso à informação qualificada, à maior programação infantil da TV brasileira – com cerca de dez horas por dia; muito entretenimento, música, cultura, educação e esportes.

O diretor de Conteúdo e Programação da EBC, Denilson Morales, conta que a data da mudança foi escolhida por conta do caráter histórico do mês de junho e da relação com a televisão brasileira.

"Há 70 anos, em São Paulo, ocorria a primeira transmissão experimental de TV no país e, nada mais simbólico e importante que a TV Brasil, uma emissora que se recria, que se consolida, que é de todos os cidadãos, estar no canal número 1, na maior cidade do Brasil", afirma.

Morales destaca que a TV Brasil, emissora da EBC, é referência em comunicação pública, a exemplo de outras TVs públicas no mundo com BBC, RAI, RTP, TVE.

"A TV Brasil apresenta à sociedade uma programação que contribuí para a formação, por meio de produtos diversos, gratuitos e de qualidade. Nos últimos anos, vem se consolidando junto à população. E, a partir de segunda-feira, como em outras cidades do país onde já estamos em canais iniciais – Rio de Janeiro, Brasília e São Luís – seremos ainda mais reconhecidos e continuaremos fortalecendo o principal canal público de TV do país", enfatiza o diretor.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário