Destaques

Turner aumenta pressão sobre clubes, envia notificação,cobra proposta definitiva e dá prazo a clubes

(Reprodução/Máquina do Esporte)

A Turner aumentou a pressão sobre os clubes com os quais tem contrato de transmissão do Campeonato Brasileiro em TV fechada, com exceção do Internacional. São eles Athletico, Bahia, Ceará, Coritiba, Fortaleza, Palmeiras e Santos. O clube gaúcho conversa separadamente com o grupo de mídia.

Segundo publicação do TribunaPR, na última notificação enviada aos clubes, a Turner pede uma proposta “definitiva” para resolução da questão até 30 de junho. Caso contrário, informa que buscará seus direitos.

“A Turner notifica os Clubes a apresentarem uma proposta para que se alcance uma solução definitiva para a questão até 30 de junho de 2020. Na ausência dessa proposta, a Turner entenderá que não há interesse dos Clubes em prosseguir nas tratativas e tomará as medidas cabíveis, na forma do Contrato”, diz parte da mensagem.

Em abril, a Turner notificou seus parceiros sobre o que julga descumprimentos de diversas cláusulas contratuais referentes à temporada 2019. A multa rescisória é de quase R$ 300 milhões por clube, conforme revelou a Tribuna.

Sem o retorno esperado de audiência e publicidade com o Brasileirão, o grupo americano considera que o produto é muito caro e o ideal seria encerrá-lo. Ao mesmo tempo, não quer pagar, por sua vez, uma rescisão na casa de R$ 2,3 bilhões.

Nesse cenário, em meio ao início da pandemia do novo coronavírus no país, a Turner suspendeu o pagamento das parcelas igualitárias do contrato da Série A.

Os times contrataram a produtora de mídia Livemode para negociar por eles. No entanto, as conversas não apresentaram avanço significativo até aqui, fato que gerou a reação do grupo americano.




Nenhum comentário

Deixe seu comentário