Destaques

Justiça condena Rede Globo a pagar salários de funcionários da CBDA


(Reprodução)

A Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro concedeu liminar a um sindicato determinando que a Globo deposite R$ 177 mil relativos aos salários atrasados de empregados da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). A informação foi publicada pela coluna 'Olhar Olímpico', do UOL Esporte.

A liminar foi concedida nesta quarta-feira (2) pelo juiz do trabalho André Luiz Amorim Franco, atendendo ação do Sindicato dos Empregados em Clubes, Federações e Confederações Esportivas e Atletas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro. A reclamada na ação é a CBDA, mas a Globo Comunicações e seu braço Horizonte Conteúdos foram incluídas como terceiras interessadas depois que a confederação alegou que atrasou os salários de março e abril porque não recebeu da emissora.

Desde que perdeu o patrocínio dos Correis, sua principal receita, a entidade passou a se sustentar quase que exclusivamente com os pouco mais de R$ 260 mil que a Globo paga ao mês pelos direitos de transmissão das competições organizadas pela entidade. Nas demonstrações financeiras mensais que a CBDA torna públicas, ela deixa claro que o contrato com a Globo é que paga salários e dívidas trabalhistas parceladas.

O contrato vai até o final deste ano. Durante a duração do acordo, a Globo mudou sua relação com as confederações, deixando de renovar mais de uma dúzia de contratos, mas continuava pagando a CBDA mesmo sem se valer do contrato e sem exibir eventos há três anos

No final do mês passado, a emissora avisou a CBDA que, por causa da crise e da inexistência de eventos, estava paralisando os pagamentos. A confederação contestou, alegou que os funcionários ficariam sem salário, mas não houve acordo. O sindicato então acionou judicialmente a CBDA, que citou a disputa com a Globo.


Nenhum comentário

Deixe seu comentário