Destaques

Globo começa a pagar contrato de PPV do Brasileirão

(Reprodução)


O Grupo Globo começa a pagar nesta quarta-feira (1) os direitos de transmissão de pay-per-view do Campeonato Brasileiro, em conformidade com o acordo firmado com os clubes quando houve reprogramação de pagamentos devido à pandemia. A informação foi publicada pelo colunista do UOL Esporte, Marcel Rizzo.

A emissora, no fim de abril, propôs o corte em três parcelas (abril, maio e junho) referente aos direitos de TVs aberta e fechada da Série A do Brasileiro. Os clubes não gostaram, negociaram, e se não cancelaram a diminuição nessas parcelas conseguiram algumas garantias, como o início do pagamento da cota do PPV para o dia 1º de julho, independentemente da data na qual o Brasileiro começará.

Diferentemente dos contratos assinados para TVs aberta e fechada, que preveem uma parte (40% de um total de R$ 1,1 bilhão) repartida igualmente entre todos os participantes, o PPV é distribuído com base no número de torcedores de cada clube que assinam o pacote.

No ano passado, a emissora usou uma pesquisa encomendada a um instituto especializado em cima da base de assinantes, mas a promessa para 2020 era de criar um cadastro de clientes, com o clube de coração incluído no documento, para poder fazer a divisão dos valores.

Cada equipe, por contrato, tem direito a uma garantia mínima, e é essa quantia que começa a ser paga nessa semana.


Nenhum comentário

Deixe seu comentário