Destaques

‘Faixa Especial’ do SporTV relembra conquistas brasileiras no Mundial de Clubes

(Reprodução)

Mais do que garantir uma estrela acima do escudo, levantar a taça do Mundial de Clubes representa o ápice para os times brasileiros. São partidas que se tornam inesquecíveis, criam heróis improváveis e levam os torcedores ao céu. A ‘Faixa Especial’ do SporTV relembra, a partir de quarta-feira, dia 17, às 19h00 (de Brasília), as conquistas de alguns dos clubes brasileiros que atingiram esse tão sonhado objetivo. Na estreia, a vitória por 3 a 0 do Flamengo sobre os ingleses do Liverpool, título que inspirou a música tão cantada pela torcida rubro-negra.

“Lembro deste jogo com um orgulho imenso. Conseguimos fazer três gols em 45 minutos, contra um adversário qualificado, com jogadores de várias seleções europeias. Para o torcedor rubro-negro, assistir a esse jogo no SporTV vai ter um algo mais, porque depois de viver intensas emoções na conquista da Libertadores de 2019, com um roteiro completamente inesperado, vai se deliciar, assistindo talvez aos melhores 45 minutos da trajetória daquela equipe”, diz Junior, lateral esquerdo do Flamengo em 1981 e hoje comentarista do Esporte da Globo.

Na quinta-feira, dia 18, a viagem no tempo acelera até 1983 para recordar o título mundial do Grêmio. Com dois gols de Renato Gaúcho, o tricolor gaúcho venceu o Hamburgo-ALE na prorrogação, depois do empate em 1 a 1 no tempo normal. Já Raí foi o grande herói do São Paulo em 1992, na vitória por 2 a 1 de virada sobre o Barcelona-ESP, de Koeman e Stoichkov, jogo previsto para sexta-feira, dia 19. O meia marcou duas vezes, uma delas em uma cobrança perfeita de falta, sacramentando a vitória e o título inédito. Com exibição programada para o sábado, dia 20, às 18h, a vitória por 3 a 2 sobre outra potência europeia, o Milan, de Papin, Baresi e Maldini, deu ao São Paulo o bicampeonato mundial.

A edição de 2000 foi a primeira sob a chancela da FIFA, com novo formato, representantes de todos os continentes e duas sedes: Rio de Janeiro e São Paulo. A grande final, com exibição no domingo, dia 20, às 18h, foi disputada no Maracanã, entre Corinthians e Vasco. O time paulista conquistou seu primeiro título Mundial nas cobranças de pênaltis, após o empate sem gols no tempo normal e na prorrogação. “Foi uma decisão complicada, o Vasco era um time de muita qualidade. Vai ser especial rever esse jogo, principalmente para o torcedor corintiano, por ter sido um momento histórico para o clube. O meu filho Bruno, por exemplo, nasceu durante a competição, na noite da partida contra o All Nassr, e ter a oportunidade de rever o jogo no SporTV com ele será muito especial”, afirma Ricardinho, meia do Corinthians em 2000 e atualmente comentarista do Esporte da Globo.

FAIXA ESPECIAL – MUNDIAL DE CLUBES

QUARTA-FEIRA, dia 17:
19h00 – Edição de 1981 - Liverpool-ING 0 x 3 Flamengo

QUINTA-FEIRA, dia 18:
19h00 – Edição de 1983 - Grêmio 1 x 1 Hamburgo-ALE, 1 x 0 na prorrogação.

SEXTA-FEIRA, dia 19:
19h00 – Edição de 1992 - Barcelona-ESP 1 x 2 São Paulo

SÁBADO, dia 20:
18h00 – Edição de 1993 - São Paulo 3 x 2 Milan-ITA

DOMINGO, dia 21:
18h00 – Edição de 2000 - Corinthians 0 (4) x (3) 0 Vasco


Nenhum comentário

Deixe seu comentário