Destaques

CBF fala sobre MP 984 e cogita Amazon e Facebook em transmissões esportivas

Presidente da CBF, Rogério Caboclo comenta MP do Flamengo(Imagem: Reprodução / Globo)


Presidente da CBF, Rogério Caboclo falou sobre a medida provisória dos direitos de transmissão editada na última quinta-feira (18) um dia após uma reunião entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a diretoria do Flamengo, no Palácio do Planalto, em Brasília. Em entrevista, o chefão da entidade elogiou a decisão do “capitão”.
“Já ficou provado que não há monopólio da Globo. Mas falando da pujança da Globo, não vejo que fique prejudicada também. De fato a Globo é parceira da CBF e vai continuar sendo. Não creio que a Globo ficará enfraquecida com isso”, analisou em entrevista à coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo.
Para ele, além de não prejudicar a Globo, a MP servirá como porta de entrada para Facebook, Google e Amazon na busca por direitos de transmissão. “Potencialmente, sim. Amazon, Google e Facebook ainda não chegaram aportando dinheiro no futebol brasileiro”, argumentou.
“Talvez seja um mote para que eles tenham mais interesse para chegar firme no mercado do Brasil. Pode ser um caminho”, avaliou o presidente da CBF, que falou sobre a mudança para os times pequenos e médios.
“Não estou certo disso. O tempo vai mostrar. Veja, o direito de negociação individual já existia. O que altera agora é que o clube talvez tenha maior prerrogativa na hora da venda, que é essa transmissão a partir do mandante. O mercado se assentará. Toda mudança gera uma celeuma”, disse.

Com  informações,RD1

Nenhum comentário

Deixe seu comentário