Destaques

Turner suspende pagamento de parcela pelos direitos de transmissão do Brasileirão

(Reprodução)




A relação entra a Turner e os clubes com os quais tem contrato para transmissão de jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro que anda estremecida, ganhou um novo ingrediente. A programadora decidiu cancelar os pagamentos que faria de 50% do valor que paga as agremiações pelo certame deste ano. A informação foi publicada pelo UOL Esporte, após ouvir alguns dos clubes.


A justificativa foi as dificuldades impostas pela pandemia do Covid-19. Os clubes, no entanto, acreditam ser mais uma medida do grupo de mídia para forçar uma desistência da programadora em relação à competição.



O pagamento previsto estava na casa de R$ 104 milhões e corresponde a 50% do valor total que a Turner pagaria aos oito clubes (Palmeiras, Coritiba, Athletico/PR, Internacional, Santos, Bahia, Fortaleza e Ceará). Desses times, sete receberiam pouco mais de R$ 10 milhões. O Fortaleza, por ter um contrato à parte, recebe uma cifra menor.



Este valor seria pago, em três parcelas, nos meses de maio, junho e julho. O restante seria pago ao fim do campeonato, com 25% de acordo com a classificação final (R$ 52 milhões) e outros 25% pelo número de partidas transmitidas ao ano pela programadora. Até abril, a Turner pagaria esse valor, mas optou por suspender por ora tal compromisso.



Os clubes dizem que a suspensão do pagamento é mais uma manobra da programadora para forçar uma rescisão de contrato com os clubes da Série A. Internamente, a Turner segue com a posição de que quer cumprir os compromissos, mas que a pandemia fez ela tomar a atitude drástica.


Nenhum comentário

Deixe seu comentário