Destaques

SporTV2 reprisa jogos do Dream Team dos EUA

(Foto: EFE)

A partir deste domingo (25), o SporTV relembra atuações da seleção americana formada por uma constelação de estrelas, como Jordan, Magic Johnson e Bird varreu rivais

Michael Jordan, Magic Johnson, Lary Bird, Scottie Pippen, Charles Barkley, Karl Malone, John Stockton, David Robinson, Patrick Ewing, Chris Mullin, Clyde Drexler e Christian Laettner. Esses 12 nomes, muitos deles na lista dos maiores jogadores de basquete de todos os tempos, formaram a seleção que mais encantou o mundo em uma edição das Olimpíadas. Para relembrar o histórico ouro olímpico do Dream Team, em Barcelona 1992, o SporTV2 vai reprisar, a partir deste domingo, às 22h30 (de Brasília), quatro partidas da campanha do esquadrão formado por Jordan e companhia.

Nos Jogos Olímpicos de 1992, pela primeira vez os profissionais do basquete americano - jogadores da NBA - iriam disputar o megaevento. Optando por utilizar apenas universitários, os Estados Unidos vinham amargando decepções como o bronze nas Olimpíadas de Seul-1988, atrás de União Soviética e Iugoslávia, e o bronze no Mundial de 1990, após derrota na semifinal para os iugoslavos, que acabaram com o título.

 O primeiro jogo a ser reprisado pelo SporTV 2, neste domingo, às 22h30, é o da primeira fase entre Estados Unidos e Croácia, que acabou sendo uma prévia do que seria a grande final olímpica. A seleção croata era forte e tinha como destaques principais o ala-armador Drazen Petrovic e o ala Tony Kukoc, que depois brilharia ao lado de Jordan e Pippen no Chicago Bulls.

Na segunda-feira, às 23h30, vai ser a vez de rever como a seleção brasileira, de Oscar e Marcel, encarou as estrelas americanas. O Brasil perdeu por 127-83, com 24 pontos do Mão Santa, mas o cestinha foi Charles Barkley, com 30.

O terceiro duelo, na próxima terça-feira, às 23h, será a partida de quartas de final, na qual os americanos atropelaram Porto Rico. Foi um show de basquete: 115 a 77.

Para fechar a série de jogos do Dream Team, o SporTV 2 vai reprisar, na próxima quarta-feira, às 23h, a grande final olímpica de Barcelona 1992, na qual os americanos contaram com Michael Jordan como cestinha (22 pontos) para derrotar a Croácia por 117 a 85 e subir no alto do pódio com a sua melhor formação de todos os tempos.

Com informações do GE.com

Nenhum comentário

Deixe seu comentário