Destaques

SBT reduz salários para evitar demissões


O Grupo Silvio Santos tomou uma atitude inédita em sua história e reduziu o salário de todos os seus funcionários. A ação drástica foi uma decisão da presidente do grupo, Renata Abravanel. A filha de Silvio Santos criou um verdadeiro mal-estar nas empresas, incluindo a maior delas, o SBT.
Renata aproveitou a Medida Provisória 936 do Governo Bolsonaro, que permite aos empregadores a redução salarial dos seus colaboradores por causa da crise financeira devido à pandemia do novo coronavírus. O corte foi de 25%.
De acordo com a coluna do jornalista Leo Dias, do site UOL, na quarta-feira (13), integrantes da gerência e da diretoria foram convocados para assinar o acordo trabalhista. Com a decisão, os pagamentos de maio serão realizados com os novos valores. Para os demais, a mudança ocorrerá em junho.
A mudança sem aviso causou espanto nos corredores do canal. O patrão, que sempre exigiu dos seus diretores a estabilidade dos seus funcionários, desta vez, não se envolveu.
Entre as grandes emissoras, o SBT foi a primeira que mexeu no salário de todos. Record, Band e RedeTV! fizeram mudanças pontuais no seu quadro de funcionários e, por enquanto, a Globo não provocou nenhuma mudança.
Ainda de acordo com o jornalista, a precaução da presidente do Grupo Silvio Santos veio em meio ao acordo milionário firmado entre SBT e a JBS, dona das marcas Friboi e Seara. A multinacional comprou um pacote de anúncios dentro da programação e mais trinta minutos das manhãs de domingo para a exibição de Duelo de Mães, atração de Ticiana Villas Boas, esposa de Joesley Batista, o dono da empresa.
Com informações,RD1

Nenhum comentário

Deixe seu comentário