Destaques

Mercado brasileiro deve pagar menos pelos direitos de transmissão da Champions a partir de 2021

(Reprodução)


A pandemia do coronavírus adiou a licitação dos direitos de transmissão da Liga dos Campeões da UEFA (2021/2022, 2022/2023 e 2023/2024) para o primeiro semestre do ano que vem. A edição atual que está paralisada por conta do problema sanitário de ordem mundial é a última do contrato da UEFA com a Turner (Esporte Interativo) e Facebook.


Segundo o UOL Esporte, em razão da própria economia como um dos efeitos da pandemia, grupos como Turner, Grupo Globo, Facebook e Disney, afirmaram que não pretendem fazer 'loucuras financeiras' para adquirir a competição. A própria TEAM ((agência designada pela UEFA para vender os direitos de TV)), já sabe que os europeus não esperam conseguir, no mercado brasileiro, contratos acima dos US$ 80 milhões, valor pelo qual a Turner adquiriu os direitos da última vez.


O DAZN reavalia a possibilidade de entrar na disputa tendo seus diretores feito contato com a TEAM no segundo semestre do ano passado buscando informações sobre a próxima licitação e, naquele momento, as informações agradaram. O problema é que o DAZN foi um dos mais atingidos pela crise atual.


Nenhum comentário

Deixe seu comentário