Destaques

Globo ainda não decidiu futuro do Criança Esperança




Os 35 anos do Criança Esperança não serão comemorados como o sonhado pela Globo. Segundo a coluna de Fábia Oliveira, do jornal O Dia, a ideia era fazer uma super comemoração em agosto pela edição especial, mas os planos mudaram por causa da pandemia do coronavírus.
Ainda sem decidirem o melhor cenário, a produção da emissora está estudando duas possibilidades para a comemoração da 35ª edição do programa que já ajudou e ajuda tantas pessoas.
De acordo com a publicação, a primeira opção é que no próprio mês tradicional da atração, ocorra um programa com várias lives transmitidas diretamente da casa de vários artistas.
A segunda ideia seria adiar a comemoração para novembro, mas já sabendo que a festa não poderia ser tão grande como a sonhada. Se a data for remarcada, a produção terá que fazer algo menos grandioso.
Vale lembrar que a Globo está sem novas produções de entretenimento. Atualmente está sendo reprisado episódios antigos de programas e também de novelas. O setor que continua em função é o do jornalismo. Porém, até ele está passando por mudanças internas.
De acordo com a coluna de Ricardo Feltrin, do UOL, a ordem agora é que âncoras, apresentadores e comentaristas dos seus telejornais façam prioritariamente as suas próprias maquiagens ou já cheguem a emissora maquiados. Caso contrário, os maquiadores foram orientados a maquiar apenas uma pessoa por vez e sem utilizar o mesmo material sem esterilizar.
Além disso, os profissionais devem sair de casa devidamente vestidos com as roupas que entrarão no ar ou se forem colocar o figurino no canal deverão fazê-lo sozinhos, sem a ajuda de ninguém.
Com informações,RD1

Nenhum comentário

Deixe seu comentário