Destaques

Presidente da FPF se mostra favorável a negociações coletivas dos direitos de transmissão

(Reprodução)

O presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Reinaldo Carneiro Bastos, se manifestou favorável a mudanças no futebol depois que os torneios voltarem. Para ele, um movimento a ser feito é no formato das negociações dos direitos de transmissão dos campeonatos, que devem passar a ser coletivas e não mais individuais. A informação foi publicada pelo Estadão.

"O futebol mudou a nossa cabeça como um todo. A minha, dos presidentes dos clubes, dos médicos, dos atletas e dos árbitros. Nós temos que mudar o nosso jeito de ser. Temos que ser solidário, pensar no todo. Nosso produto é a competição, portanto o clube vai ganhar mais se a competição valer mais. Esse acontecimento vai levar a uma mudança no futebol brasileiro. Os clubes vão ter que caminhar com negociações coletivas de direito de televisão", avaliou o presidente da FPF em entrevista ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, neste domingo. "Hoje, só Brasil e México negociam individualmente o campeonato nacional. As melhores ligas do mundo são negociações coletivas. Vale mais e se consegue negociar melhor. Esse vai ser o caminho", completou.

Reinaldo Carneiro Bastos também comentou a suspensão do pagamento dos direitos de transmissão dos campeonatos estaduais pelo Grupo Globo diante da crise sucedida pela paralisação do Estadual em virtude da pandemia do novo coronavírus. A expectativa é de que os clubes voltem a receber o dinheiro assim que o torneio for retomado.

"A expectativa é que, se programando a volta com datas e o campeonato voltando a funcionar, a Globo volta a pagar e os clubes a receber", declarou o mandatário. "O que nós temos conversado com os clubes é de fechar as torneiras, cortar os custos, negociar com seus credores. Dinheiro vai faltar. A Federação suspendeu mais de 50% dos contratos que ela tem", revelou.


Nenhum comentário

Deixe seu comentário