Destaques

Clubes não aceitam proposta da Globo e querem garantia de pagamento das cotas de TV do Brasileirão


(Reprodução)

Como já esperado, os clubes não gostaram do aviso da Globo de que haverá corte nos valores das parcelas dos meses de abril, maio e junho da cota fixa dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro. A informação é do colunista Marcel Rizzo, no UOL Esporte. As equipes agora querem negociar os termos.

Uma comissão será formada com representantes de três clubes, Grêmio, Palmeiras e Flamengo, para conversar com os executivos da emissora. Nesta terça (28) os presidentes voltam a se reunir, por meio de videoconferência, com a participação da CBF, que apesar de não negociar contratos de transmissão para as Séries A e B pode intermediar algum acordo com a Globo.

O blog apurou que os clubes reclamam de que o corte ocorrerá nos piores meses, bem no meio do isolamento social por causa do coronavírus. A pandemia também é o argumento da Globo para a reprogramação dos pagamentos. A emissora informa que o ajuste foi necessário por causa da paralisação do calendário e desafios impostos por causa disso. Mas que, neste momento, está programada para pagar 100% os valores acertados.


Nenhum comentário

Deixe seu comentário