Destaques

Globo teve 23% a mais de audiência nesta semana



Após o reajustes de programação por conta da cobertura do Covid-19, a Globo identificou algumas mudanças no comportamento da audiência. 
Na TV aberta, o destaque são as pessoas ligando a TV mais cedo – na última terça, 17, o número de ligados foi 25 minutos mais cedo do habitual, às 3h45; o dobro de pessoas ligando a TV ao meio dia – 102% a mais na última terça em relação à média deste dia da semana; e o fluxo de pessoas assistindo TV no horário nobre também crescendo – 120% a mais no começo dessa faixa. 
A Globo teve crescimento da audiência absoluta em todos os períodos do dia e em todos os targets, registrando 23% mais telespectadores sintonizados na emissora. Além disso, trata-se do único canal aberto com crescimento no período da manhã, entre 6h e 12h. Houve também aumento do público jovem, de quatro a 17 anos, e maior adesão de classes AB e C1.
A audiência do "Big Brother Brasil" também chama a atenção. Na última segunda, 16, os participantes foram informados a respeito da pandemia do coronavírus. Na data, o programa conquistou audiência recorde, 29% maior que a média, com acréscimo de 6,1 milhões de pessoas. 
Em relação à TV por assinatura, os canais fechados do Grupo Globo alcançaram, em média, mais de 1,2 milhões de pessoas a mais do que na semana anterior – só na última segunda, 16, foram mais de 2,2 milhões de pessoas alcançadas a mais. Foi registrado ainda crescimento de 23% na faixa horária das 7h às 19h. 
Por fim, o digital também apresenta resultados positivos. Na última semana, a home da Globo recebeu 45% a mais de visitas. Ao mesmo tempo, o portal G1 também cresceu, com destaque para a última quarta e quinta-feira, que tiveram crescimento de 142% e 143%, respectivamente. Já o Gshow teve aumento de 88% e 85% na última segunda e terça-feira, respectivamente. 
Com informações,TELA VIVA

Nenhum comentário

Deixe seu comentário