Destaques

Rede Globo não vende todas as cotas de patrocínio da F1, mas fatura quase R$ 500 milhões



Apesar de não ter conseguido vender todas as cotas de patrocínio das transmissão da Fórmula 1 em 2020, a Globo terá um alto faturamento mesmo assim. Cinco patrocinadores renovaram, mas uma sexta cota não conseguiu ser comercializada. A emissora vendeu cada cota neste ano pelo valor de R$ 98,8 milhões. As informações são do Observatório da Televisão.

A Globo já garante um faturamento de R$ 494 milhões com a Fórmula 1 neste ano, algo bastante relevante. As marcas que assinaram com a Globo foram Cervejaria Petropólis (Itaipava), Nivea, Renault, Santander e TIM. A única que saiu em relação ao ano passado foi a Claro.

2020 será o último ano do atual contrato da Globo com a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) para os direitos de transmissão da Fórmula 1, mas a Globo já está em negociações para a renovação deste vínculo e manter as transmissões.




Esporte  e Mídia

Nenhum comentário

Deixe seu comentário