Destaques

Cade adia decisão para março sobre futuro do FOX Sports



O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) não colocou na pauta da reunião do próximo dia 19 de fevereiro a fusão com a FOX, conforme solicitou formalmente a Disney. Assim, a decisão sobre o tema fica adiado pelo menos até 9 de março, data de um novo encontro do colegiado do órgão federal.

Segundo o Observatório da Televisão, os representantes da Disney se mostram incomodados com a lentidão do órgão para definir a situação da fusão entre Disney e Fox no Brasil. A empresa deixou na reclamação encaminhada ao Cade que apresentou todos os pedidos de venda do FOX Sports e cumpriu todas as obrigações solicitadas para aprovar o negócio.

Além disso, os representantes da Disney também afirmaram que já provaram que a visão do Cade de que a fusão entre Disney e FOX configura monopólio é equivocada. Maior prova disto foi um ofício a Sky que mostrou a audiência dos canais FOX na TV paga. Somando todas as emissoras, os canais mal chegaram a 1.5 ponto de audiência em 2019 – perdendo audiência em relação a 2018. Outro ponto incomodo é que a falta de definição atrapalha investimentos que a Disney quer fazer na área de esportes no Brasil, mercado estratégico para a empresa.

A Disney também está preocupada com os concorrentes que estão se reforçando e adquirindo direitos de transmissões no Esporte. Os exemplos citados foram a Globo e o DAZN, mas principalmente a primeira empresa, já que ela vem tirando profissionais da ESPN Brasil desde o ano passado.

A decisão do Cade é fundamental para definir o futuro dos canais FOX Sports. Se terá mesmo que ser vendido ou se pode se fundir com a ESPN.


Esporte  e Mídia

Nenhum comentário

Deixe seu comentário